Avaliações de clientes

Avaliado no Brasil em 19 de agosto de 2013
O que mais agrada no livro é a forma como o estoicismo pode ser aplicado em nossa vida, segundo os ensinamentos de um sábio, ex-escravo, nascido no ano 55 dC. Aceitarmos contrariedades, não se importar com pensamentos alheios, exercitar o desapego, guiar-se pela razão, são princípios em voga nos tempos atuais. A dureza do estoicismo se contrapōe aos ideias atuais de felicidade e de liberdade e serve como, pelo menos, um parâmetro, um freio ao excesso de demandas a serem atendidas. Assim, não questione um evento contrário ao desejado, mas deixe que sua vontade seja o evento tal como ocorreu. Ou então, considere que nada lhe pertence e que não há perdas, mas devoluções, sejam propriedades, sejam pessoas próximas.
22 pessoas acharam isso útil
Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,7 de 5 estrelas
4,7 de 5
855 classificações globais