Avaliações de clientes

50 PRINCIPAIS AVALIADORES
Avaliado no Brasil em 28 de fevereiro de 2018
O conceito deste livro é muito interessante: como seria uma sociedade estruturada como um estado único, seguindo os preceitos matemáticos.

A matemática entra no texto de forma estilística, à medida que diversos elementos e termos matemáticos são utilizados para mostrar como a estrutura da sociedade é montada, como a forma de pensar dos seus indivíduos é moldada para ser hiper-racional; e de forma conceitual, pois a matemática é a rainha da razão, assim o postulado dessa sociedade é tornar todos os indivíduos como peças perfeitamente alinhadas e sabendo seu lugar, de tal forma que não garantisse nenhum tipo de ação irracional - ou seja, uma ação tipicamente humana. A imaginação é a fonte de todos os males, por isso sua supressão é essencial.

Um ponto essencial do livro [SPOILER] é a introdução do imaginário através do elemento matemático 'i' (raiz quadrada do número -1), que é o gatilho da mudança do personagem, que acaba adquirindo alma e imaginação através do contato com uma mulher misteriosa revolucionária.

O conceito por trás deste livro, a estrutura narrativa e alguns pontos do livro são brilhantes, porém a execução não é uniforme. Alguns pontos se arrastam e parecem não agregar muito à narrativa.

De qualquer forma, a leitura deste livro é recomendada. Pelo menos para quem já passou pelas distopias mais famosas de todos os tempos, 
1984 , Admirável Mundo Novo  - que devem ser o ponto de início de leitura antes de se embarcar nessa jornada distópica russa.
6 pessoas acharam isso útil
Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,6 de 5 estrelas
4,6 de 5
1.313 classificações globais