Avaliações de clientes

Avaliado no Brasil em 15 de dezembro de 2018
As ideias estoicas estão entre as mais interessantes da antiguidade. A indiferença para com as coisas que não podemos controlar, como decorrência de um determinismo “cósmico”, é uma noção libertadora. Marco Aurélio, junto com Sêneca e Epicteto, formam o triunvirato do estoicismo romano antigo. Este livro é uma espécie de diário do imperador, em que ele expõe sua visão sobre essa doutrina, que é diferenciada por ser pragmática. Não dei nota 5 por causa da tradução, que a meu ver deixou a desejar. Muitas frases sem sentido, erros de concordância e algumas palavras que não se encaixam bem nas frases tornaram a leitura por vezes tortuosa. Poderiam ter caprichado mais nisso, ainda mais em se tratando de uma obra de relevo, como essa. Mas vale a leitura.
55 pessoas acharam isso útil
Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,7 de 5 estrelas
4,7 de 5
215 classificações globais