Avaliações de clientes

500 PRINCIPAIS AVALIADORES
Avaliado no Brasil em 27 de outubro de 2020
Demonizado por muitos governos e movimentos, seus membros sempre foram vilões dos filmes americanos e usado para assustar criancinhas e homens de meia idade, o comunismo é pelo que Marx e Engels são lembrados e, nesse livro, explicam os motivos para tanto.

O dinheiro move montanhas e quando se trata de atacar a burguesia, ela logo puxa o proletariado para tomar a frente e defendê-la, uma das principais justificativas para críticas ao comunismo é a "falta de liberdade", a qual é citada no livro e explicado que, quando se trata de mexer nas fortunas alheias, construídas quase sempre sem merecimento de quem as possui e nas costas de pessoas exploradas, logo se diz da falta de liberdade.

Os exemplos do extremismo do movimento no mundo claramente não o ajuda, a mistura de militarização e movimento político nunca deu certo em lugar algum, embora se questione se aquilo é realmente o que se defende e quais as evoluções do movimento para os dias atuais.

Os autores fazem questão de citar diferentes tipos de comunistas e esclarecem que o verdadeiro é o que precisa apelar para a violência, pois nunca que burgueses aceitariam ouvir e abdicar posses e fortunas tão fácil assim.

O livro me deixa dividido em relação a seus pontos, mas com certeza é um livro que revolucionou a linha de pensamento de muitas pessoas.
Imagem do cliente
3,0 de 5 estrelas Para assustar criancinhas e homens de meia idade
Por Américo Sanches Neto em 27 de outubro de 2020
Demonizado por muitos governos e movimentos, seus membros sempre foram vilões dos filmes americanos e usado para assustar criancinhas e homens de meia idade, o comunismo é pelo que Marx e Engels são lembrados e, nesse livro, explicam os motivos para tanto.

O dinheiro move montanhas e quando se trata de atacar a burguesia, ela logo puxa o proletariado para tomar a frente e defendê-la, uma das principais justificativas para críticas ao comunismo é a "falta de liberdade", a qual é citada no livro e explicado que, quando se trata de mexer nas fortunas alheias, construídas quase sempre sem merecimento de quem as possui e nas costas de pessoas exploradas, logo se diz da falta de liberdade.

Os exemplos do extremismo do movimento no mundo claramente não o ajuda, a mistura de militarização e movimento político nunca deu certo em lugar algum, embora se questione se aquilo é realmente o que se defende e quais as evoluções do movimento para os dias atuais.

Os autores fazem questão de citar diferentes tipos de comunistas e esclarecem que o verdadeiro é o que precisa apelar para a violência, pois nunca que burgueses aceitariam ouvir e abdicar posses e fortunas tão fácil assim.

O livro me deixa dividido em relação a seus pontos, mas com certeza é um livro que revolucionou a linha de pensamento de muitas pessoas.
Imagens nesta avaliação
Imagem do cliente
Imagem do cliente
5 pessoas acharam isso útil
Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,5 de 5 estrelas
4,5 de 5
370 classificações globais