Avaliações de clientes

Avaliado no Brasil em 10 de setembro de 2021
O livro explora diversas questões, como o livre-arbítrio, apresentando e contestando diferentes explicações do comportamento humano. O romance desafia a noção de que, na ausência de leis morais, o homem é livre para fazer o que ele escolhe, ou seja, tudo é permitido: personagens que defendem uma liberdade amoral tendem a ser mais ansiosos e autodestrutivos no romance. Mas o romance também desafia o determinismo psicológico e social, isto é, a ideia de que tanto nossa composição psicológica como nossa posição na sociedade controla o modo como agimos.

As teorias colocadas no livro oferecem explicações satisfatórias que podem ser discutidas tranquilamente nos dias de hoje, o que faz desse romance uma obra-prima. Podemos dizer, em linhas gerais, que o livro gira em torno do seguinte tema: o conflito entre a fé e a dúvida.
Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,6 de 5 estrelas
4,6 de 5
933 classificações globais