Avaliações dos clientes

10 PRINCIPAIS AVALIADORES
Avaliado no Brasil em 30 de setembro de 2018
Esta é uma obra que merece ser revisitada frequentemente, tanto que foi uma que marquei fortemente várias passagens. O essencialismo é um valor que só se obtém com bastante disciplina! Inicialmente, deve-se eliminar tudo que não é essencial em busca de nossos propósitos, pois isso dissipa nossa energia a ponto de não realizarmos adequadamente nossas atividades. Vou destacar os principais pontos que poderão estimular você a adquirir este livro:
1. Devemos pensar no que escolher para fazer menos, porém melhor! Apenas o que realmente importa! Para tal meta, devemos SEMPRE abrir mão de algo! Dessa forma, sempre precisamos dizer NÃO e ir removendo obstáculos de nossas vidas para facilitar a condução do dia-a-dia. No decorrer, obtém-se alegria pela tomada de atitude pois estaremos fazendo coisas certas e no controle de nossas ações. Uma excelente definição é: "perder para ganhar, pois não podemos ter tudo nem fazer tudo!" pois certos tipos de esforços (ex: menores) geram maiores recompensa que outros! O problema é que o não essencialista acredita que quase tudo é essencial!
2. Para gerar foco precisamos escapar da rotina inadequada! Isso é uma ferramenta de PRODUTIVIDADE valiosa! Isso inclui cuidar de nosso maior patrimônio - nós mesmos (mas o autor inclui em conjunto a importância de nossos familiares)! O autor inclusive deixa claro através de confirmações científicas que costumamos acreditar na falácia de que quando menos dormimos e mais aproveitamos, estaremos sempre um passo a frente. Claro, isso pode e deve ser realizado por todos durante um período breve de nossas vidas. Mas, é comprovado que dormir traz benefícios para saúde, estimula a criatividade e é necessário para melhor produtividade e poder de decisão (essencialismo).
3. O pode de dizer NÃO! Podemos ficar arrependidos por uns minutos ao dizer. Contudo, dizer sim a algo que no fundo não queríamos pode nos trazer arrependimentos por até anos!
4. Ao ler este livro a frase "Peço desculpas. Se tivesse mais tempo, teria escrito uma carta mais breve!" fará outro sentido para o leitor.
5. Ao tornar-se essencialista, a ROTINA correta deve ser considerada uma das maiores ferramentas da produtividade, pois remove obstáculos! O cérebro acaba por simplificar e a atividade vira um HÁBITO despendendo menos energia e sua atividade mental pode ser conduzida para outra atividade. É ser multifoco despertando e disparando gatilhos mentais mais facilmente. E não ser multitarefa!
Por fim, essencialismo pode ser utilizado como uma ferramenta ou como filosofia de vida. Neste último caso, a pessoa pode atingir o que almeja levando uma vida mais essencialista.
229 pessoas acharam isso útil
Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,8 de 5 estrelas
4,8 de 5
8.391 classificações globais