Avaliações de clientes

500 PRINCIPAIS AVALIADORES
Avaliado no Brasil em 19 de junho de 2018
Quando se inicia a leitura, tem-se a falsa impressão que esse é mais um livro bem escrito sobre problemas de aceitação juvenil, com respeito a sexualidade. Mas o livro vai muito além disso, pois trata do tema associado a um complicador muito mais forte que é a religião. E não é uma religião qualquer, e sim da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos últimos Dias, ou seja a religião Mórmon, uma das mais rígidas e particulares em seus princípios, dogmas e completamente fechada em si mesma. E é numa cidade onde a predominância da população é Mórmon que se desenrola toda a trama. Tanner vem de uma família progressista que aceita muito bem sua bissexualidade, mas que recomenda cuidado em não se expor nessa cidade com predominância religiosas rígida. No colégio conhece um "menino prodígio", o escritor Mórmon promissor Sebastian em curso sobre literatura escrita. Foi amor a primeira vista, pois logo se apaixona pelo religioso. E aos poucos vai percebendo que é correspondido. Os conflitos que são gerados na mente de Sebastian dividido entre seus dogmas, família e comunidade, e sua aceitação do amor que Tanner lhe oferece constitui-se no ponto alto da história, pois esses conflitos tomam proporções gigantescas a medida que a intensidade de seu amor aumenta. Tanner fica perdido, embora bem resolvido sobre sua sexualidade e desejos, é envolvido pelos dilemas de Sebastian. A pressão exercida pelo pai Bispo da igreja, sua mãe e familiares, parecem por fim destruir o amor promissor entre Sebastian e Tanner. E junto, perversamente destruir a vida de ambos. Mas o amor é mais forte e um final inesperado aguarda os leitores que chegaram até suas últimas páginas.
44 pessoas acharam isso útil
Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,7 de 5 estrelas
4,7 de 5
2.284 classificações globais