Avaliações dos clientes

100 PRINCIPAIS AVALIADORES
Avaliado no Brasil em 7 de dezembro de 2020
Como essa é uma obra cara, ent n irei passar pano. Se nn quer ver crítica, pule para o meu resumo ou vá para outro comentário.

Qualidade do produto físico: Uma das melhores que já vi! A qualidade do produto físico realmente faz juz ao preço, porém eu não entendi: Por que não veio marca página? Fazendo isso ficou parecendo que era, somente, para comprar quem já comprou o outro vol 1. Sinceramente, pelo preço eu acho essa ideia inviável. Eu só me arrisquei comprar por causa dessa capa alternativa. Lendo a obra entendi o porquê disso.
Resumindo, se vc nn gostar terá um ótimo enfeite para estante, pois este é lindo.
Design: Esse é o ponto forte desse mangá! Eu acredito que os mangás coreanos tenham uma característica pouco democrática, ou seja, eles não parecem criar seus mangás visando abaixar o preço. Além de ser colorido, portanto, precisando de folhas com qualidade especial. Eles não fazem a menor questão de economizar folhas ou sequer aproveitar o espaço dado. Explicando com outras palavras: Aqui tem várias páginas que parecem ser só pela estética mesmo, tais como: Mudança de capítulos, entre outras. (Usam uma folha completamente preta.) Também os quadrinhos não tem muito um padrão, às vezes tem 2 quadrinhos pequenos com uma cena qualquer e um espaço branco enorme. Acredito eu que esse mangá aproveite muito bem as cores. "Ora, se é para ter, ent vamos fazer direito!", penso que eles disseram isso, pois aqui eles capricharam. As cores são bem utilizadas para passar o clima e a ideia certa, tanto que os mais analistas irão sacar a personalidade dos personagens só pela cor e estilo das roupas.

Roteiro: Eu já esperava algo no estilo Sword art online, ou seja, o mundo girando em volta do protagonista. Mas aqui elevaram para outro nível! Na minha opinião, se tivessem aproveitado mais o papel, conseguiriam colocar desenvolvimento de personagem. Note, eu disse "colocar", e, não, "melhorar". Afinal, qual o desenvolvimento tem aqui? O protagonista parece que vive em um isekai, mas somo nós que somos tacado de paraquedas em uma história onde o mundo tem que nos explicar tudo REPETIDAS E REPETIDAS VEZES! Nem reclamo mais da técnica que poucos deixam de utilizar, repetir o nome do personagem 700 vezes para prender na nossa cabeça, mas aqui eles utilizam outras que me incomodaram. Bem, acaba que me foge da memória algumas, mas não é difícil de lembrar como me senti:" Uau, um cara estéticamente feio aparece e todos começam a dizer que ele é o dono da cocada preta? Esse ai vai se ferrar bonito para o protagonista brilhar!" Foi o que pensei. Se acertei ou não, não vou dizer. Para mim, seria mais fácil de aceitar se fosse um jogo onde as pessoas spawnassem com aquela idade, mas eu só ficava imaginando como aquela gente tinha sobrevivido tanto tempo. São pessoas que sempre procuram ganhar mais, ou seja, explorar mais, porém na primeira dificuldade entram no maior pânico que já vi na minha vida! Isso sem falar das mulheres que aqui são inúteis! Até a companheira do protagonista que é rank bem mais alto, não conseguiu fazer nada além de ficar em choque em posição fetal na primeira porcaria que aparece. Ah, claro, não vamos esquecer dos "KYAAAAAA" que toda mulher obrigatóriamente grita. Os homens são um pouco menos inúteis, pois ficam de pé calados. O protagonista - o mais inexperiênte e mais fraco - é o único que tem alguma ideia sensata. No final, me pareceu que eles queriam passar uma ideia aterrorizante, porém eu não fiquei com medo. Não porque os cenários e criaturas não trouxesse o clima aterrorizante, mas, sim, porque eu não ligava para nenhum personagem. Enfim, para não me alongar demais; o roteiro parece pensar que o leitor é tão burro quanto os personagens da história, pois ele não te permite tirar conclusão de nada! Você não pode ver ele visitando a mãe no hospital e entender a condição dele, não, precisa que um card -narrado pelo protagonista - te conte cada detalhe sem permitir você ir tirando suas conclusões e interpretando por si próprio. Afinal, se pensar muito vai notar como o úniverso gira em torno do protagonista. No máximo que interpretei foi quando o protagonista preferiu fazer missãozinha ao invés de visitar a amiga que ficou em estado de choque devido a aventura que ele escolheu fazer. Acho o protagonista muito infantil para o que esse úniverso tão lindo e interessante propõe. Só deixando claro que eu penso muito sobre o roteiro mesmo sendo esse estilo de obra, pois as cenas de luta são...... nhé?! Eu nem entendo bem o que está acontecendo, além de serem muito rápidas com apenas uma cena para inimigo executado ( e normalmente só tem um inimigo mesmo, meio que todos q não são o boss são tratados como aqueles inimigos chatinhos que morrem no primeiro golpe). Então, esperava mais do roteiro.

Opinião final: O mangá realmente te prende, mas te prende pelos motivos errados, ao menos para mim. Ele te prende na genialidade daquele mundo e no mistério, porém o mangá não mostra qual vai ser o próximo boss, ent tudo que me prendia pelos capítulos foi deixado de lado. Não se intimide, eu apenas não gosto desse tipo de história onde tudo gira em volta do protagonista, mas se vc gosta de histórias como Sword art online vai gostar dessa. Só não recomendaria comprar a capa alternativa, pois não vem marcador. Eu, ainda assim, prefiro ela porque achei linda! Ela realmente pega o charme do mangá e estampa ele. Se fosse um mangá de 24 reais tudo bem, mas 42 reais por algo assim? Não sei se vou continuar.
Imagem do cliente
3,0 de 5 estrelas COREANOS DEVERIAM TENTAR DIMINUIR OS PREÇOS DE SEUS MANGÁS, NÃO?
Por Yukine sama em 7 de dezembro de 2020
Como essa é uma obra cara, ent n irei passar pano. Se nn quer ver crítica, pule para o meu resumo ou vá para outro comentário.

Qualidade do produto físico: Uma das melhores que já vi! A qualidade do produto físico realmente faz juz ao preço, porém eu não entendi: Por que não veio marca página? Fazendo isso ficou parecendo que era, somente, para comprar quem já comprou o outro vol 1. Sinceramente, pelo preço eu acho essa ideia inviável. Eu só me arrisquei comprar por causa dessa capa alternativa. Lendo a obra entendi o porquê disso.
Resumindo, se vc nn gostar terá um ótimo enfeite para estante, pois este é lindo.
Design: Esse é o ponto forte desse mangá! Eu acredito que os mangás coreanos tenham uma característica pouco democrática, ou seja, eles não parecem criar seus mangás visando abaixar o preço. Além de ser colorido, portanto, precisando de folhas com qualidade especial. Eles não fazem a menor questão de economizar folhas ou sequer aproveitar o espaço dado. Explicando com outras palavras: Aqui tem várias páginas que parecem ser só pela estética mesmo, tais como: Mudança de capítulos, entre outras. (Usam uma folha completamente preta.) Também os quadrinhos não tem muito um padrão, às vezes tem 2 quadrinhos pequenos com uma cena qualquer e um espaço branco enorme. Acredito eu que esse mangá aproveite muito bem as cores. "Ora, se é para ter, ent vamos fazer direito!", penso que eles disseram isso, pois aqui eles capricharam. As cores são bem utilizadas para passar o clima e a ideia certa, tanto que os mais analistas irão sacar a personalidade dos personagens só pela cor e estilo das roupas.

Roteiro: Eu já esperava algo no estilo Sword art online, ou seja, o mundo girando em volta do protagonista. Mas aqui elevaram para outro nível! Na minha opinião, se tivessem aproveitado mais o papel, conseguiriam colocar desenvolvimento de personagem. Note, eu disse "colocar", e, não, "melhorar". Afinal, qual o desenvolvimento tem aqui? O protagonista parece que vive em um isekai, mas somo nós que somos tacado de paraquedas em uma história onde o mundo tem que nos explicar tudo REPETIDAS E REPETIDAS VEZES! Nem reclamo mais da técnica que poucos deixam de utilizar, repetir o nome do personagem 700 vezes para prender na nossa cabeça, mas aqui eles utilizam outras que me incomodaram. Bem, acaba que me foge da memória algumas, mas não é difícil de lembrar como me senti:" Uau, um cara estéticamente feio aparece e todos começam a dizer que ele é o dono da cocada preta? Esse ai vai se ferrar bonito para o protagonista brilhar!" Foi o que pensei. Se acertei ou não, não vou dizer. Para mim, seria mais fácil de aceitar se fosse um jogo onde as pessoas spawnassem com aquela idade, mas eu só ficava imaginando como aquela gente tinha sobrevivido tanto tempo. São pessoas que sempre procuram ganhar mais, ou seja, explorar mais, porém na primeira dificuldade entram no maior pânico que já vi na minha vida! Isso sem falar das mulheres que aqui são inúteis! Até a companheira do protagonista que é rank bem mais alto, não conseguiu fazer nada além de ficar em choque em posição fetal na primeira porcaria que aparece. Ah, claro, não vamos esquecer dos "KYAAAAAA" que toda mulher obrigatóriamente grita. Os homens são um pouco menos inúteis, pois ficam de pé calados. O protagonista - o mais inexperiênte e mais fraco - é o único que tem alguma ideia sensata. No final, me pareceu que eles queriam passar uma ideia aterrorizante, porém eu não fiquei com medo. Não porque os cenários e criaturas não trouxesse o clima aterrorizante, mas, sim, porque eu não ligava para nenhum personagem. Enfim, para não me alongar demais; o roteiro parece pensar que o leitor é tão burro quanto os personagens da história, pois ele não te permite tirar conclusão de nada! Você não pode ver ele visitando a mãe no hospital e entender a condição dele, não, precisa que um card -narrado pelo protagonista - te conte cada detalhe sem permitir você ir tirando suas conclusões e interpretando por si próprio. Afinal, se pensar muito vai notar como o úniverso gira em torno do protagonista. No máximo que interpretei foi quando o protagonista preferiu fazer missãozinha ao invés de visitar a amiga que ficou em estado de choque devido a aventura que ele escolheu fazer. Acho o protagonista muito infantil para o que esse úniverso tão lindo e interessante propõe. Só deixando claro que eu penso muito sobre o roteiro mesmo sendo esse estilo de obra, pois as cenas de luta são...... nhé?! Eu nem entendo bem o que está acontecendo, além de serem muito rápidas com apenas uma cena para inimigo executado ( e normalmente só tem um inimigo mesmo, meio que todos q não são o boss são tratados como aqueles inimigos chatinhos que morrem no primeiro golpe). Então, esperava mais do roteiro.

Opinião final: O mangá realmente te prende, mas te prende pelos motivos errados, ao menos para mim. Ele te prende na genialidade daquele mundo e no mistério, porém o mangá não mostra qual vai ser o próximo boss, ent tudo que me prendia pelos capítulos foi deixado de lado. Não se intimide, eu apenas não gosto desse tipo de história onde tudo gira em volta do protagonista, mas se vc gosta de histórias como Sword art online vai gostar dessa. Só não recomendaria comprar a capa alternativa, pois não vem marcador. Eu, ainda assim, prefiro ela porque achei linda! Ela realmente pega o charme do mangá e estampa ele. Se fosse um mangá de 24 reais tudo bem, mas 42 reais por algo assim? Não sei se vou continuar.
Imagens nesta avaliação
Imagem do cliente Imagem do cliente Imagem do cliente
Imagem do clienteImagem do clienteImagem do cliente
88 pessoas acharam isso útil
Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,9 de 5 estrelas
4,9 de 5
2.004 classificações globais