Avaliações de clientes

500 PRINCIPAIS AVALIADORES
Avaliado no Brasil em 18 de janeiro de 2021
- Censura e repressão com pitadas de extermínio, fome e despejo na Sibéria e nos Gulags.
- Um trabalho minucioso e ainda tem uma manada esquerdista que vem desvalorizar a obra sem sequer terem lido.
- é repugnante e doentio quem defende socialismo/ comunismo/ esquerdismo.

Os autores escancaram os fatos do Estado totalitário soviético contra OS POBRES, OS VULNERÁVEIS E AS MINORIAS a quem tanto defendiam serem a favor.

1-Massacres contra os proletários - "a maior parte desapareceu na chacina do Komitern, que foi apenas uma ínfima parte de um massacre incomensurável, o de milhões de operários e camponeses lavradores, imolados sem causa nem razão por uma monstruosa tirania que se rotulava como proletária". O livro negro do comunismo”. (P. 351).

2-Prisões contra comunistas de outros países: os bolchevistas prendiam comunistas estrangeiros que vinham em busca de refúgio na União Soviética. (Relato O livro negro do comunismo p. 369.) (Os imigrantes eram obrigados a entregarem seus passaportes, suas maquinas eram confiscadas, duras condições de subsistência, levados para campos de concentração.

3-Privação da liberdade na URSS: “O homem do ocidente muito dificilmente compreenderá o que significa a privação do direito e a impossibilidade, durante 5 ou 10 anos, de se exprimir livremente, a obrigação de reprimir o menor pensamento ‘ilegal’ e de ficar mudo como um túmulo. Sob essa incrível pressão, toda a substância interior de um indivíduo se deforma e desagrega”. O livro negro do comunismo P. 376.

4-Fuzilamentos e deportações: muitos europeus do Leste dominados pelos soviéticos foram fuzilados, exilados de seus países, deportados, passaram fome, e foram enxotados para campos de concentração. Cap. 13.

5-Pacto germano-soviético: na 2ª guerra mundial a União Soviética invadiu países como: Polônia, países do Báltico. Fuzilaram e deportaram civis para campões de concentração. Mataram outros milhares como o massacre de Katyn. Ocupação e sovietização dos países do Báltico: Romênia, Moldávia, Ucrânia, Polônia, Tchecoslováquia, Estônia, Lituânia, Hungria.
Instalação de campos de concentração: Kolimá região inóspita, região símbolo do Gulag. 1 milhão e 930 mil presos (1941). 11 horas de trabalho por dia.

6-Fome: Grande Fome de 1932/1933  6 milhões de vítimas. Relato da grande fome. O livro negro do comunismo - págs. 198, 199, 200, 201.

7-rlatos de canibalismo.

Essas são algumas das evidências do terror que é o socialismo/comunismo/leninismo/castrismo/maoismo/stalinismo e tudo que for relacionado a esquerda.
Imagem do cliente
5,0 de 5 estrelas Censura e repressão aliada a esquerda
Por Rá em 18 de janeiro de 2021
- Censura e repressão com pitadas de extermínio, fome e despejo na Sibéria e nos Gulags.
- Um trabalho minucioso e ainda tem uma manada esquerdista que vem desvalorizar a obra sem sequer terem lido.
- é repugnante e doentio quem defende socialismo/ comunismo/ esquerdismo.

Os autores escancaram os fatos do Estado totalitário soviético contra OS POBRES, OS VULNERÁVEIS E AS MINORIAS a quem tanto defendiam serem a favor.

1-Massacres contra os proletários - "a maior parte desapareceu na chacina do Komitern, que foi apenas uma ínfima parte de um massacre incomensurável, o de milhões de operários e camponeses lavradores, imolados sem causa nem razão por uma monstruosa tirania que se rotulava como proletária". O livro negro do comunismo”. (P. 351).

2-Prisões contra comunistas de outros países: os bolchevistas prendiam comunistas estrangeiros que vinham em busca de refúgio na União Soviética. (Relato O livro negro do comunismo p. 369.) (Os imigrantes eram obrigados a entregarem seus passaportes, suas maquinas eram confiscadas, duras condições de subsistência, levados para campos de concentração.

3-Privação da liberdade na URSS: “O homem do ocidente muito dificilmente compreenderá o que significa a privação do direito e a impossibilidade, durante 5 ou 10 anos, de se exprimir livremente, a obrigação de reprimir o menor pensamento ‘ilegal’ e de ficar mudo como um túmulo. Sob essa incrível pressão, toda a substância interior de um indivíduo se deforma e desagrega”. O livro negro do comunismo P. 376.

4-Fuzilamentos e deportações: muitos europeus do Leste dominados pelos soviéticos foram fuzilados, exilados de seus países, deportados, passaram fome, e foram enxotados para campos de concentração. Cap. 13.

5-Pacto germano-soviético: na 2ª guerra mundial a União Soviética invadiu países como: Polônia, países do Báltico. Fuzilaram e deportaram civis para campões de concentração. Mataram outros milhares como o massacre de Katyn. Ocupação e sovietização dos países do Báltico: Romênia, Moldávia, Ucrânia, Polônia, Tchecoslováquia, Estônia, Lituânia, Hungria.
Instalação de campos de concentração: Kolimá região inóspita, região símbolo do Gulag. 1 milhão e 930 mil presos (1941). 11 horas de trabalho por dia.

6-Fome: Grande Fome de 1932/1933  6 milhões de vítimas. Relato da grande fome. O livro negro do comunismo - págs. 198, 199, 200, 201.

7-rlatos de canibalismo.

Essas são algumas das evidências do terror que é o socialismo/comunismo/leninismo/castrismo/maoismo/stalinismo e tudo que for relacionado a esquerda.
Imagens nesta avaliação
Imagem do cliente
Imagem do cliente
16 pessoas acharam isso útil
Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,8 de 5 estrelas
4,8 de 5
652 classificações globais