Avaliações dos clientes

10 PRINCIPAIS AVALIADORES
Avaliado no Brasil em 26 de julho de 2020
Depois do sucesso estrondoso de "Caixa de Pássaros", uma sequência à altura parecia improvável. Mas acredite, Malerman consegue oferecer uma continuação no nível do primeiro livro.

"Malorie" possui o mesmo ritmo de leitura vibrante e mescla com a mesma intensidade dramática os elementos de terror e suspense.

E diferentemente de "Caixa de Pássaros", cujo enredo está restrito a um infindável jogo de gato e rato, em "Malorie" a história ganha um propósito: os personagens querem suas vidas de volta. A escuridão atrás das vendas já não é suficiente. Não basta sobreviver. (Esse fio condutor dá consistência à trama.)

Além disso, o trabalho com os personagens também evolui. São mais bem caracterizados e causam empatia no leitor. Para esculpir os perfis emocionais, Malerman lança mão de expediente que utilizou com primor em "Inspeção": a autorreflexão.

Cada protagonista tem sua forma peculiar de buscar internamente a força necessária para enfrentar o medo diário.

O toque extra de dramaticidade fica por conta da delicada convivência dos três protagonistas. Malerman explora brilhantemente a relação familiar.

Uma mãe obcecada por regras de segurança tenta impor seus métodos aos filhos adolescentes, embora estes considerem suas precauções extravagantes e paranóicas.

Leitura empolgante e compulsiva. Recomendo (de olhos fechados).
13 pessoas acharam isso útil
Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,6 de 5 estrelas
4,6 de 5
2.076 classificações globais