Avaliações de clientes

Avaliado no Brasil em 6 de novembro de 2020
Se você gostou do The Last of Us original, e virou fã incondicional da franquia, certamente não gostará deste jogo. Para você se livrar dele o mais rapidamente possível, selecione logo o modo easy light. Quando pegar artefatos, não perca tempo lendo. Ponha logo na mochila e siga em frente. Roteiro pífio e personagens insignificantes. O resumo da história é o seguinte: Adolescente que não gosta de comer, e coleciona cartas de baralho, dá chilique porque "seu pai", o adulto tóxico, salvou a vida dela, mais uma vez, no final do jogo anterior, o que é imperdoável. Então, faz birra, fica rebelde e pára de falar com ele. Quando o macho alfa é eliminado do jogo sem qualquer glória e respeito ao personagem, a garota-graveto vira inimiga de Ramba, que coleciona moedinhas, só se alimenta de testosterona e se movimenta como um Gorila Silver Back. Grotesco. A história fica indo e vindo no tempo, porque não há qualquer objetivo relevante para os personagens no roteiro, só dramas patéticos. Ao final, quando se espera um confronto Kratos X Zeus, acabamos vendo Frodo X Smeagol. Replay value = zero. Gráficos excelentes. Som ótimo. Jogabilidade razoável. Para mim, deu bug 3 vezes e tive que sair do jogo e reiniciar para continuar. Inadmissível. Para se divertir mesmo, jogue Days Gone ou o jogo original. Se mesmo assim, resolver comprar o jogo, não pague mais que R$ 100,00.
14 pessoas acharam isso útil
Informar abuso Link permanente

Detalhes do produto

4,9 de 5 estrelas
4,9 de 5
7.352 classificações globais