Opções de Compra

Preço digital sugerido: R$ 27,25
Preço Kindle: R$ 3,51

Economize
R$ 41,39 (92%)

Essas promoções serão aplicadas a este item:

Algumas promoções podem ser combinadas; outras não são elegíveis. Para detalhes, por favor, acesse os Termos e Condições dessas promoções.

Entregar no seu Kindle ou em outro dispositivo

Entregar no seu Kindle ou em outro dispositivo

<Incorporar>

Baixe o aplicativo Kindle gratuito e comece a ler livros Kindle instantaneamente em seu smartphone, tablet ou computador, sem precisar de um dispositivo Kindle. Saiba mais

Leia instantaneamente em seu navegador com o Kindle Cloud Reader .

Usando a câmera do seu celular, digitalize o código abaixo e baixe o app Kindle.

Código QR para baixar o aplicativo Kindle

Digite seu telefone celular ou endereço de e-mail

Enviando o link…

Ao pressionar “Enviar link”, você concorda com as Condições de Uso da Amazon.

Você concorda em receber uma mensagem de texto automatizada da Amazon ou em nome da Amazon sobre o app Kindle no seu número de celular acima. O consentimento não é uma condição para qualquer compra. Podem ser aplicadas taxas de mensagem de texto e de dados.

O Idiota por [Fiódor Dostoiévski]

O Idiota eBook Kindle

4,6 de 5 estrelas 977 avaliações de clientes

Preço
Novo a partir de Usado a partir de
Kindle
R$ 3,51

Novidades da Loja Kindle
Novidades da Loja Kindle
eBooks novos para sua biblioteca digital. Veja aqui

Descrição do produto

Sobre o Autor

Fiódor Mikháilovitch Dostoiévski nasceu em Moscou em 1821, e estreou na literatura com o romance Gente pobre, em 1846, ao qual se seguiram O duplo (1846) e Noites brancas (1847), entre outros. Após ser preso e condenado à morte pelo regime tsarista em 1849, teve sua pena comutada para quatro anos de trabalhos forçados na Sibéria, experiência retratada em Recordações da casa dos mortos (1861), lançado no mesmo ano de Humilhados e ofendidos. Após esse período, escreve Memórias do subsolo (1864), Um jogador (1867), O eterno marido (1870) e uma sequência de grandes romances, Crime e castigo (1866), O idiota (1869), Os demônios (1872) e O adolescente (1875), culminando com a publicação de Os irmãos Karamázov em 1880. De 1873 até o ano de sua morte publicou ainda o Diário de um escritor, reunindo peças jornalísticas e de ficção. Reconhecido como um dos maiores autores de todos os tempos, Dostoiévski morreu em São Petersburgo, em 1881.

Paulo Bezerra estudou língua e literatura russa na Universidade Lomonóssov, em Moscou, e foi professor de teoria da literatura na UERJ e de língua e literatura russa na USP. Livre-docente em Letras, leciona atualmente na Universidade Federal Fluminense. Já verteu diretamente do russo mais de quarenta obras nos campos da filosofia, psicologia, teoria literária e ficção, destacando-se suas traduções de Crime e castigo, O idiota, Os demônios, O adolescente e Os irmãos Karamázov, de Dostoiévski. Em 2012 recebeu do governo da Rússia a Medalha Púchkin, por sua contribuição na divulgação da cultura russa no exterior. --Este texto se refere à edição paperback.

Detalhes do produto

  • ASIN ‏ : ‎ B07PTB6V6M
  • Editora ‏ : ‎ Mimética (18 outubro 2021)
  • Idioma ‏ : ‎ Português
  • Tamanho do arquivo ‏ : ‎ 1997 KB
  • Leitura de texto ‏ : ‎ Habilitado
  • Leitor de tela ‏ : ‎ Compatível
  • Configuração de fonte ‏ : ‎ Habilitado
  • Dicas de vocabulário ‏ : ‎ Não habilitado
  • Número de páginas ‏ : ‎ 662 páginas
  • Avaliações dos clientes:
    4,6 de 5 estrelas 977 avaliações de clientes

Avaliações de clientes

4,6 de 5 estrelas
4,6 de 5
977 classificações globais
Como as classificações são calculadas?

Principais avaliações do Brasil

Avaliado no Brasil em 7 de fevereiro de 2019
Compra verificada
224 pessoas acharam isso útil
Informar abuso
Avaliado no Brasil em 3 de abril de 2019
Compra verificada
166 pessoas acharam isso útil
Informar abuso
50 PRINCIPAIS AVALIADORES
Avaliado no Brasil em 28 de maio de 2018
Compra verificada
78 pessoas acharam isso útil
Informar abuso
10 PRINCIPAIS AVALIADORES
Avaliado no Brasil em 6 de novembro de 2019
Compra verificada
Imagem do cliente
5,0 de 5 estrelas Mais uma obra grandiosa de Dostoiévski
Por Luciana em 6 de novembro de 2019
Autor de diversas obras, consagrado e exime escritor, Dostoiévski possui dentre suas marcas, a preocupação em transpor para suas narrativas a questão atrelada à condição humana, tanto o fez com maestria, que sua obra perdura e se propaga no tempo, seja tanto seus romances breves, como Uma História Desagradável, até seus romances mais pomposos, como Humilhados e Ofendidos e Crime e Castigo.

Mais uma vez, em O Idiota, encontramos o melhor de Dostoiévski, ainda que a narrativa possa parecer intercortada e confusa inicialmente, dado que os acontecimentos quase sempre se atropelam, o autor nos apresenta um dos melhores, mais gentis e intrigantes personagens, o epiléptico Príncipe Míchkin.
Caracterizado pela sua bondade, pela ingenuidade, pela crença na empatia humana, nosso protagonista haverá de se inserir em situações complexas, difíceis e recheadas de intrigas, sendo reconhecido – no liminar do descaso e da maldade – por seus companheiros e afetos, como um jovem idiota e ingênuo.

Apesar disso, Míchkin mesmo sem saber, utiliza-se de tais críticas e com um espírito puro e jovial não apenas cativa o afeto daqueles que dele se aproxima, assim como lhes causa inveja, tudo isso pela pureza do seu ser e pelo caráter inabalável. A exemplo disso, em certo momento da narrativa, quando desmascarados aqueles que desejavam dele retirar a herança, nosso personagem oferece parte do dinheiro para o falso herdeiro, para que assim ele não venha a se sentir demasiado humilhado.

Ainda que Míchkin seja ponto central da narrativa, também estaremos próximos a figura de uma personagem curiosamente peculiar, sendo Nastácia Fillípovna, uma das mais belas e desejadas mulheres que é taxada como louca e excêntrica, isto posto, dentre muito, por não se conformar e não seguir os parâmetros da sociedade. Aos poucos conheceremos mais da personagem, que tem um quê de Lucíola de José de Alencar, com Stella Havisham de Dickens, se tornando personagem tão interessante quanto o Príncipe Míchkin.
Não obstante, nos encontraremos com Rogójin, personagem amigo (ou não) do Príncipe e obcecado em Nastácia, que comporá um dos mais intrigantes romances russos, ficando, assim, a recomendação de uma obra sem precedente.

Quanto a estética, a Editora 34 tem primor com suas traduções, bem como com seu material, que possui ótima diagramação e folhas amareladas, tal qual atestam as imagens. :)
Imagens nesta avaliação
Imagem do cliente Imagem do cliente Imagem do cliente
Imagem do clienteImagem do clienteImagem do cliente
29 pessoas acharam isso útil
Informar abuso
500 PRINCIPAIS AVALIADORES
Avaliado no Brasil em 9 de outubro de 2019
Compra verificada
24 pessoas acharam isso útil
Informar abuso
Avaliado no Brasil em 9 de dezembro de 2018
Compra verificada
33 pessoas acharam isso útil
Informar abuso

Principais avaliações de outros países

Artur Costa
3,0 de 5 estrelas Péssima tradução/ revisão.
Avaliado nos Estados Unidos em 31 de março de 2019
Compra verificada
Marta Waddington Oliveira
2,0 de 5 estrelas Má tradução
Avaliado nos Estados Unidos em 12 de abril de 2020
Compra verificada